Trecho da Rodovia Júlio Budisk interditado é liberado em sistema “Pare e Siga” em Flora Rica

29

Por, g1 Presidente Prudente e TV Fronteira


Foto reprodução Polícia Militar Rodoviária

Trecho do km 69 da Rodovia Júlio Budiski (SP-501), em Flora Rica (SP), é liberado inicialmente para veículo leves — Foto: Inaldo Nascimento/Prefeitura de Flora Rica. A reportagem G1.

Após mais de três meses interditado, o trecho no km 69 da Rodovia Júlio Budiski (SP-501), em Flora Rica (SP), é liberado para o tráfego de veículos na tarde desta terça-feira (3). Segundo a Prefeitura, o trânsito vai fluir em sistema “Pare e Siga” somente para veículos leves.

Para veículos pesados, ainda conforme o município, a liberação será nesta quarta-feira (4).

No dia 30 de janeiro, uma cratera se abriu no local e as pistas nos dois sentidos tiveram de ser interditadas no trecho que fica entre as cidades de Flora Rica e Irapuru (SP).

Trecho do km 69 da Rodovia Júlio Budiski (SP-501), em Flora Rica (SP), é liberado inicialmente para veículo leves — Foto: Inaldo Nascimento/Prefeitura de Flora Rica

As obras de recuperação começaram no dia 23 de fevereiro, sob responsabilidade de uma empreiteira de São Paulo (SP) contratada pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Na ocasião, o DER informou que seriam executados os serviços de recomposição da plataforma rompida, construção de galeria, recuperação e proteção de taludes.

Trecho da Rodovia Júlio Budiski (SP-501) foi interditado entre Flora Rica (SP) e Irapuru (SP) — Foto: Polícia Militar Rodoviária

O prazo inicial para a conclusão do serviço era de quatro meses.

O conserto da rodovia foi orçado em R$ 6,6 milhões.

A SP-501 tem 82,400 quilômetros de extensão, faz a ligação entre as rodovias Assis Chateaubriand (SP-425), Raposo Tavares (SP-270) e Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), e passa pelos municípios de Presidente Prudente (SP), Álvares Machado (SP), Alfredo Marcondes (SP), Santo Expedito (SP), Flora Rica e Irapuru. Fonte G1.

Artigo anteriorTrânsito: Motorista morre carbonizado após acidente entre carro e carreta na rodovia Assis Chateaubriand
Próximo artigoGENTE DINÃMICA por Valdomiro Nunes-Social life regional