Óbito por dengue registrado no começo deste ano em Dracena é descartado após verificação no Adolfo Lutz

51
Instituto Adolfo Lutz em São Paulo
COMPARTILHAR

 

 

 

 

 

A Vigilância Epidemiológica, através da Secretaria de Saúde e Higiene Pública informa que foi descartado o óbito por dengue registrado no início deste ano de 2022. O óbito passava por investigação epidemiológica.
A paciente passou por um primeiro teste apresentando resultado positivo para a doença e teve a contraprova enviada para o Instituto Adolfo Lutz, devido à gravidade do caso. Após o resultado da contraprova foi constatado que a paciente era negativa para dengue, sendo assim concluído o caso.
A VE informa que neste ano, não houve registro de morte por dengue em Dracena. O município enfrenta o avanço de casos, com trabalho rigoroso no combate ao mosquito Aedes aegypti, com visitas casa a casa, bloqueios, nebulização costal, nebulização ambiental.
Atendimento a população com dengue ou suspeita nos três períodos, sendo manhã e tarde (horário comercial), nas 14 unidades de saúde da cidade, e, à noite das 18h às 21h, no antigo CEMAC. Aos sábados e domingo, também no CEMAC das 8h às 13h.
Em breve, o município estará também combatendo o aedes a partir de armadilhas que oferecem um sistema de tecnologia de ponta, visando a diminuição dos casos.
Até esta quinta-feira, 7, a Vigilância registrou 831 casos positivos de dengue e 945 suspeitos da doença. Com informações Diretoria de Comunicação
Artigo anteriorSucesso a 1ª Cavalgada da Amizade de Pacaembu
Próximo artigoGeral: Carro atropela cavalo e mulher morre em acidente em rodovia