Administração Municipal de Dracena adota medidas judiciais para liberação do aterro sanitário. Lixo recolhido continua nos caminhões

44

Na manhã de ontem, 3, a administração municipal tomou conhecimento de que o aterro sanitário de Dracena foi interditado pela CETESB. O prefeito André Lemos esclarece que imediatamente medidas judiciais cabíveis foram adotadas, visando uma solução para a questão.
O lixo recolhido desde então, foi coletado, porém ainda não foi descartado, continua nos caminhões, em respeito à determinação da CETESB.
O prefeito André informa ainda que até o momento não houve transtornos à população.
“Desde o início do ano passado estamos buscando solucionar problemas com relação ao aterro, uma vez que ao assumirmos, descobrimos que a cidade já não tinha onde descartar seu lixo doméstico. Providenciamos um projeto, que já se encontra devidamente protocolado na CETESB, visando a execução de nova trincheira para o recebimento do lixo, cuja capacidade é para um período de mais de 10 anos, porém ainda não foi aprovado e portando não pudemos licitar a construção da mesma”, esclarece o chefe do executivo municipal dracenense. Por Diretoria de Comunicação

Artigo anteriorFaleceu Genira Ramos Moraes
Próximo artigoDracena utilizará tecnologia de ponta no combate ao mosquito da Dengue.Até terça-feira foram contabilizados 792 casos positivos