Afogamento é apontado como possível causa da morte de homem e mulher em carro submerso em córreto de MS.

159

 g1 MS


Vítimas podem terem morrido afogadas, diz polícia. — Foto: Redes sociais/Reproduçã

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul investiga as circunstâncias da morte de Susanny da Silva Casarotti, 26 anos, e Laisson Pereira Zuza, 33 anos. Eles morreram após o carro que estavam cair em um córrego, em Rio Brilhante (MS). As investigações buscam esclarecer se as vítimas morreram afogadas e se a perda do controle da direção motivou a queda do veículo. As informações são da reportagem do G1.

 O delegado que acompanha o caso, Alexandre Neves da Silva Júnior contou ao g1 MS que até o momento não recebeu atualização da perícia, mas que a polícia investiga as possíveis razões.

“É muito provável que tenha sido afogamento e que a causa tenha sido a perda de controle por parte do motorista”, pontuou.

 

Alexandre ressalta que ainda é inviável precisar as condições climáticas da região do acidente no instante do ocorrido. “Não há, até o momento, nada que indique a causa. Não sabemos a hora exata do acidente, então, dificulta a identificação de chuva no momento”, explica.

Acidente

 

Conforme o G1, Susanny e Laisson morreram após o carro que estavam cair em um córrego, na região rural de Rio Brilhante (MS), a 161 km de Campo Grande, no sábado (2). Informações preliminares da Polícia Civil apontam que o veículo ficou submerso, apenas com uma das rodas para fora d’água.

Moradores da região viram o carro submerso no córrego e acionaram o Corpo de Bombeiros, que chegou ao local por volta das 10h. Ao fazer a primeira observação, os militares encontraram apenas uma vítima, Laisson. Só após içar o carro, com ajuda de um guindaste, que o corpo de Susanny foi encontrado.

Além dos bombeiros, perícia e as polícias militar e civil estiveram no local do acidente. O carro foi encontrado pela manhã, mas foi retirado do córrego apenas no início da tarde de sábado.

Uma equipe de mergulhadores foi acionada para fazer buscas por outras possíveis vítimas, mas nada foi encontrado.

Conforme boletim de ocorrência, as vítimas trabalhavam em um frigorífico na região e saíram do serviço por volta das 19h, de sexta-feira (1º), e não voltaram. Susanny e Laisson tiveram os corpos reconhecidos por um colega de trabalho.

Enterro

 

De acordo com familiares de Susanny, a jovem foi enterrada na tarde deste domingo (3), no Cemitério Municipal de Pirapozinho (SP). A vítima nasceu em Presidente Prudente (SP), cidade vizinha do local do enterro.

Artigo anteriorSaúde: Direção do PAM orienta e alerta a população quanto ao uso obrigatório da máscara na unidade de saúde
Próximo artigoSusto durante pescaria no rio Paraná. Veja detalhes