Polícia: corpo de idosa é encontra dentro de porta-malas de carro em PP

122

O corpo de uma idosa que estava desaparecida havia dois dias foi encontrado na manhã desta terça-feira (21) dentro do porta-malas de seu próprio carro em um imóvel na Vila Ocidental, em Presidente Prudente (SP).

A Polícia Civil investiga o caso.

A mulher, de 86 anos, havia sido vista com vida pela última vez no domingo (19). O desaparecimento foi registrado na Polícia Civil na noite da segunda-feira (20).

Equipes das polícias Civil, Científica e Militar compareceram ao local nesta terça-feira (21) para o atendimento do caso.

No mesmo terreno, de propriedade da idosa, existem três residências. Em uma delas, morava a idosa sozinha. As outras duas casas eram alugadas para inquilinos da proprietária.

Quem percebeu a falta da idosa foi um homem que prestava serviços gerais para a mulher. Ela havia combinado de encontrá-lo em uma outra casa de aluguel, na manhã desta segunda-feira (20), mas não compareceu. Ele foi até a casa da idosa, mas não encontrou ninguém e decidiu avisar um dos netos da mulher. Então, a família registrou o desaparecimento na Polícia Civil.

Nesta segunda-feira (20), familiares e a própria polícia fizeram buscas e checaram novamente as casas.

Na manhã desta terça-feira (21), dando continuidade às buscas pela mulher, o prestador de serviços e familiares decidiram verificar se havia algo dentro do porta-malas do carro que estava estacionado na garagem da residência da idosa. O prestador de serviços disse que balançou o veículo e sentiu um forte cheiro de um corpo já em decomposição. O neto da idosa abriu a porta do carro e encontrou o corpo. Somente o porta-malas estava fechado.

A chave do automóvel não foi encontrada até o momento.

A área onde fica o imóvel foi isolada pela polícia, que iniciou os trabalhos de buscas por provas e indícios do que possa ter ocorrido com a mulher no local.

A Polícia Civil trata o caso como homicídio.

O delegado responsável pelas investigações, Claudinei Alves, esteve no local e afirmou que, inicialmente, a Polícia Civil pretende esclarecer qual foi a causa da morte da idosa para nortear as investigações. Para isso, ele aguarda a conclusão do laudo necroscópico elaborado pelo Instituto Médico Legal (IML).

Segundo o delegado, a Polícia Civil já apurou que houve uma recente discussão da idosa com inquilinos de uma de suas residências, mas Claudinei Alves deixou claro que ainda considera precoce estabelecer uma eventual relação entre essa desavença e a morte da idosa.

 

 

 

As informações são do G1 Prudente

Artigo anteriorPrefeito André Lemos de Dracena decreta luto oficial pelo falecimento do ex-vereador João Greco
Próximo artigoPolícia: corpo de taxista que estava desaparecido é encontrado enterrado e suspeito é preso