O que é Sindrome de Burnout.Por Cidinha Pascoaloto. Veja detalhes dessa doença que atinge cerca de 33 milhões de brasileiros.

70

O que é a Síndrome de Burnout?

(por Cidinha Pascoaloto)

É um desgaste que prejudica os aspectos físicos e emocionais da pessoa, levando a um esgotamento profissional.

Essa síndrome acomete cerca de 33 milhões de brasileiros. É importante saber que a doença não está somente relacionada com o ambiente de trabalho, muitas vezes as tarefas da faculdade ou até mesmo de casa podem ocasionar o problema.

O fato é que o burnout está relacionado com o excessivo esforço físico e mental, seguido de poucos momentos de descanso ou descontração. Tudo que ocupa muito o seu tempo e suga sua energia pode ser motivo para que o Burnout apareça.  Pessoas que são muito empáticas são mais aptos ao desenvolvimento da Síndrome. Isso porque elas absorvem a carga emocional de terceiros para si. A dor do outro sobrecarrega o seu emocional. Um dos motivos que levam à síndrome de burnout é a cobrança extremamente excessiva de si em busca pela perfeição e necessidade de aprovação.

Os sintomas mais comuns da síndrome de burnout são:  distúrbio do sono; dores musculares, dores de cabeça; irritabilidade; alterações de humor; falhas de memória; dificuldade de concentração; falta de apetite; agressividade; isolamento.

A síndrome de burnout baixa a imunidade. Em determinados casos, o distúrbio pode ocasionar problemas físicos como hipertensão, fadigas excessivas e problemas estomacais como gastrite.

A Síndrome de Burnout pode ser confundida com outros problemas emocionais, o diagnóstico só deve ser feito por um profissional. Se você notou

Que tem  alguns  desses sintomas, procure um psicólogo, que lhe ajudará a identificar se você tem ou não a síndrome.

Existem meios de prevenir e de tratar o burnout. A prevenção se dá por meio de práticas simples e prazerosas. Exercícios físicos ajudam a liberar toda a tensão dos músculos, como também criar uma rotina saudável com autocuidado. Esses instantes são muito importantes tanto para a prevenção quanto para o tratamento da síndrome. Organizar os seus dias e as suas tarefas possam ajudar a manter a calma, evitando a sobrecarga.

Cidinha Pascoaloto-Psicóloga-CRP 06/158174. Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) com foco no Luto, Depressão e Ansiedade. Atendimento presencial e online, contato: (18) 99725-6418

 

Artigo anteriorFCAT/Unesp Dracena faz balanço das atividades durante a pandemia
Próximo artigoFuncionária Municipal fica ferida após ser atingida por uma telha no vendaval